O ribbon é classificado em diferentes categorias: cera e resina, além de misto; como escolher?

O ribbon foi desenvolvido especialmente para uso em atividades de automoção industrial e em cadeias de suprimento. Disponível em três categorias – cera, resina e misto – são comuns as dúvidas quanto às suas aplicações.

A confusão é bastante recorrente pois, na hora de realizar a decisão sobre quando utilizar o ribbon de cera ou resina, por exemplo, é preciso considerar questões como melhor custo-benefício, avaliando todo o contexto de uso das etiquetas.

Afinal, ninguém gosta de comprar algo que não atende as necessidades básicas da empresa ou pior, que as atenda a um culto muito elevado, certo? Pensando nisto, listamos as principais características dos ribbons para que você possa conhecer melhor cada um deles.

Ribbon cera

O ribbon cera é destinado à impressão de grande variedade de produtos, desde papeis a alguns filmes. Possui baixo custo, imprime em altas velocidades e tem a vantagem de não necessitar de temperaturas elevadas. Essa característica permite que o desgaste da cabeça de impressão seja menor e, consequentemente, maior sua durabilidade.

Uma propriedade importante é a baixa resistência a atrito, temperatura, lavagem industrial e produtos químicos. Embora atenda as principais necessidades de qualidade e impressão das empresas, sua baixa resistência aos atributos listados merece maior atenção nos testes de homologação.

Quando usar: normalmente, o ribbon cera é utilizado em papel ou filme de bopp fosco, sendo, em relação a este último, necessário teste. Costuma ser aplicado em etiquetas para expedição, inventários, identificação de produtos, entre outros usos.

Principais características: baixo custo e versatilidade
Dica: O ribbon cera deve ser escolhido quando a informação impressa não tem grande importância no processo.

Ribbon resina

Entre as principais diferenças no uso de ribbon está a resistência. Diferentemente do ribbon cera, o ribbon resina é utilizado em aplicações nas quais o cliente necessita de alta resistência. O que irá determinar o tipo de etiqueta a ser usado é, justamente, o nível da resistência necessária: ou seja, o ribbon para lavagem industrial é diferente do ribbon para embalagens de produtos químicos.

Quando usar: normalmente, o ribbon resina é utilizado em filmes como bopp, polietileno e poliéster. É utilizado para imprimir código de barras, textos com pequenas fontes, grandes caracteres e logomarcas com estabilidade e qualidade. Costuma ser aplicado em etiquetas para hospitais e laboratórios, em produtos químicos, sendo bastante utilizado pela indústria automotiva, hospitalar, criogênia, química, entre outras.

Principal característica: alta resistência a atrito, temperatura, lavagem industrial e produtos químicos.

Além desses dois tipos principais, temos o ribbon misto, cuja formulação foi desenvolvida para aplicações onde se necessita média resistência a atritos e calor.

Para facilitar a escolha da etiqueta ribbon é importante conhecer por completo o procedimento pelo qual a etiqueta irá passar, onde e em qual etapa do processo ela será aplicada e quais as principais necessidades que você, cliente, tem.